morte e vida severina

Updated: 6/16/2021
morte e vida severina

Storyboard Text

  • Deseja mesmo saber o que eu fazia por lá?Comer quando havia o que e, havendo ou não, trabalhar.
  • Essa vida por aqui é coisa familiar; mas diga-me, retirante, sabe benditos rezar? Sabe cantar excelências, defuntos encomendar? Sabe tirar ladainhas? Sabe mortos enterrar?
  • Já velei muitos defuntos, na serra é coisa vulgar; mas nunca aprendi as rezas, sei somente acompanhar.
  • Pois se o compadre soubesse rezar ou mesmo cantar, trabalhávamos a meias, que a freguesia bem dá.
  • Agora se me permite minha vez de perguntar: como a senhora, comadre, pode manter o seu lar?
  • Vou explicar rapidamente, logo compreenderá: como aqui a morte é tanta, vivo de a morte ajudar.