Mais Fotos
Enciclopédias
https://www.storyboardthat.com/pt/lesson-plans/a-casa-da-mango-street-de-sandra-cisneros
A Casa em Mango Street Lesson Plans

The House on Mango Street, de Sandra Cisneros, não é o romance tradicional, mas uma coleção de peças curtas, todas escritas do ponto de vista de Esperanza, uma jovem hispânica. Ao longo do livro, conforme Esperanza cresce, ela descreve as pessoas que entram e saem de sua vida na Rua Mango. Esperanza usa sua escrita para tentar escapar da vida que ela se sente destinada a viver e, no final, parece que Esperanza tem esperança de que as coisas mudem para ela. Ela até indica que um dia pode voltar à Rua Mango para ajudar a mudar a rua e sua gente.


Atividades do aluno para A Casa na rua da Manga



Resumo da casa na rua Mango

The House on Mango Street é um livro de quarenta e quatro vinhetas, que mostra como é a vida de uma menina enquanto cresce. Ao longo do romance, Esperanza Cordero, a narradora e personagem central, aprende a lidar com as tradições e estereótipos do crescimento hispânico.

Esperanza primeiro nos apresenta os lugares em que viveu, nenhum deles de acordo com seus padrões e tudo o que seus pais consideram “temporários”. Quando sua família finalmente se muda para uma casa (em vez de apenas um apartamento) que eles podem chamar de seu, Esperanza fica novamente desapontada; não é a casa chique, com um belo quintal e grandes janelas que ela sempre quis.

Ela então apresenta sua família, que consiste em sua mãe, pai, dois irmãos e sua irmã mais nova, Nenny (por quem ela se sente responsável). Ela fala que gostaria de ter amigos, mas não tem. Ela também dá muitos detalhes sobre como gosta pouco de seu nome, porque sente que isso a deixou mal para o resto da vida. Embora o nome Esperanza signifique esperança em inglês, em espanhol significa tristeza e espera. Essa explicação prepara o leitor para o que está por vir na maior parte do livro: a história de uma garota que geralmente é infeliz e que sempre parece estar esperando as coisas melhores virem.

Esperanza apresenta seus vizinhos. Eles são pessoas de todas as classes: mulheres-gatos loucas, adolescentes sonhadores, criminosos, garotinhas excitáveis e muito mais. Esperanza, entre descrever as pessoas que a cercam, relata sua moral e crenças. Ela acha que as pessoas que vêm ao seu bairro geralmente ficam com medo (dando a entender que os residentes parecem um gueto ou perigosos porque são pobres e não são caucasianos) e que as meninas hispânicas devem cuidar de suas famílias. Ela também insinua que os pais hispânicos são opressores e que as crianças (especialmente as meninas) têm medo deles.

Há uma vinheta sobre sapatos, na qual Esperanza, sua irmã e as duas garotas que se mudaram para a casa ao lado compram sapatos elegantes de salto alto. Eles são sapatos muito crescidos. Podemos vislumbrar o quanto Esperanza deseja crescer, mas depois que um vagabundo os aborda que oferece um dólar para beijá-los, ela e os outros não se incomodam quando os sapatos são jogados fora. Aqui, o leitor vê os sentimentos díspares e complicados de Esperanza sobre a maioridade; ela quer muito crescer e se afastar de sua vida na Rua Mango, mas ela também está com medo de pensar nisso.

Na vinheta “Quadris”, o leitor consegue vislumbrar os dois lados com muita clareza. Esperanza de repente está desenvolvendo um corpo feminino, mas ela ainda está brincando de double-dutch com suas amigas e recitando rimas infantis. A seguir, uma explicação de como ela conseguiu seu primeiro emprego. Ela é forçada a um beijo por um velho no trabalho. Ela não está feliz com isso, e não é a última vez que um personagem masculino a agride. Um tema recorrente é como, em sua opinião, meninos e homens não respeitam meninas e mulheres.

Ela descreve a morte de alguns membros da família. Com eles, podemos ver a tristeza e a culpa de Esperanza. Ela parece se importar profundamente com as pessoas, apesar de ter uma visão muito “adolescente” e superficial delas. Também descobrimos que ela acredita em videntes. Depois que sua tia Lupe morre, logo depois de dizer a Esperanza que ela deveria continuar escrevendo, Esperanza vai ver sua sorte.

O leitor é apresentado a mais personagens, cada um pintando um quadro dos sentimentos de Esperanza por meio de suas reações às situações deles. Sua mãe está triste por não ter se tornado pintora e vemos a inspiração de Esperanza para ter sucesso. Encontramos uma vizinha que apanha do marido e Esperanza afirma que não vai se sentar e esperar que uma bola e uma corrente sejam colocadas em seu pescoço.

O final do livro fecha o círculo da história de Esperanza: ela volta a pensar em si mesma simplesmente como uma filha feia que anseia por mais em sua vida. No entanto, ela diz “Já comecei minha própria guerra silenciosa”, indicando que planeja mudar as coisas que não aceita, como sentir-se inadequada, ser considerada “apenas uma garota inferior” e viver como os homens esperam que ela faça. Ela decide que terá uma casa só dela, não de seu pai ou de qualquer outra pessoa. Ela terá algo para chamar de seu.


Perguntas essenciais para The House on Mango Street

  1. Quais são os efeitos dos estereótipos? (Como eles pertencem a um bairro / um indivíduo)
  2. Como as opiniões de outras pessoas nos moldam e nos formam?

Encontre mais planos de aula e atividades como essas em nossa Categoria de Artes da Língua Inglesa!
Ver Todos os Recursos Para Professores
*(Isso iniciará uma prova gratuita de 2 semanas - Não é necessário cartão de crédito)
https://www.storyboardthat.com/pt/lesson-plans/a-casa-da-mango-street-de-sandra-cisneros
© 2022 - Clever Prototypes, LLC - Todos os direitos reservados.
StoryboardThat é uma marca registrada da Clever Prototypes , LLC e registrada no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA