conhecer e aprender

conhecer e aprender

Storyboard Text

  • componentes:- Antônio Lins Da Silva Filho- Eloize Wyslâine de sousa martins- Elen Karoline de Lima Souza- Francisco Gabriel Almeida Dantas- Hellen Kallyne Ferreira dos Santos- Maria Rita Soares Paiva- Maycon Dougllas F. De Melo
  • Conhecer e aprender
  • Olá, pessoal!!! Tudo bem com vocês?Me chamo Eloize e venho contar uma historia incivil sobre nosso projeto.
  • Nossa historia se inicia na Venezuela com uma família simples que devido a uma crise internacional do capitalismo que atingiu a américa do Sul na última década muitas famíliaforam bastante afetada. Houve aumento de preços dos alimentos e desemprego, gerando uma dificuldade para viver, Inclusive, na região próxima a Guiana chamada Delta do Orinoco lá havia uma famílias que buscavam viver em situações melhores.
  • Devido essas condições, um Homem chamado Marcelo, considerado chefe da família decidiu ir para o Brasil com todos eles.
  • . Brasil
  • Filho, não fique triste! essa situação vai melhorar, por isso estamos indo para o Brasil.
  • Não estar dando para viver da pesca, preciso proporcionar uma vida melhor para minha família. vamos ter que ir embora!
  • Eles eram pedintes, pescadores e artesãs na Venezuela, mas devido as circunstâncias não conseguiam se manter por lá.
  • família, teremos que ir para o Brasil, não vai ser fácil principalmente para as crianças, mas temos que tentar a aqui só irar piorar.
  • VENEZUELA - BRASIL
  • Ao chega no Brasil essa família se refugiou para cidade de Natal-RN aonde se estabeleceu em uma escola desativada, localizada na Av. Antônio basílio com autorização da prefeitura de natal.
  • Foram meses difícil na adaptação, apenas o Marcos sabia falar um pouco do português, os demais se comunicavam através do espanhol que é semelhante com sua língua de origem. As crianças vivam em casa enquanto os pais saia para trabalhar nas ruas de Natal-rn.
  • pessoal, reunir vocês aqui para informar que vamos ter que nos mudar de residência, recebemos apoio da prefeitura da cidade e eles iram nos ajudar, teremos mais estabilidade.
  • Devido algumas situações a família precisou mudar de endereço novamente, no qual a prefeitura criou uma assistência maior na saúde, educação para as crianças e doações.
  • Os imigrantes receberam acolhimento na nova residência, toda semana eles recebem visita de um funcionário da prefeitura que os ajudam com alimentação, saúde e adaptação, porem os adultos não tem trabalho fixo eles se mantem com doações e alguns trabalham como pedintes, frentistas e do artesanato.
  • Na nova adaptação localizada no CEMAI do Potengi na R. volta redonda, Natal-RN. uma ação social foi realizada por um grupo de alunas do IFRN-ROCAS, na qual uma integrante de ambas instituições compartilhou para os demais alunos da universidade UNP-ZN que decidiu conhecer melhor esta família de imigrantes e ajuda-los por meio de um projeto social. Foi realizado uma entrevista virtual com o representante dos imigrante e ele contou sobre a dificuldade que as crianças estão enfrentando na escola que foram matriculas, por não dominar o português.
  • Bom dia, turma!aula sobre as vogais
Over 25 Million Storyboards Created
Storyboard That Family