Temas em Discurso na Convenção de Virgínia

Updated: 1/28/2017
Temas em Discurso na Convenção de Virgínia

Storyboard Description

Dê-me a Liberdade ou Dê-me a Morte

Storyboard Text

  • A NATUREZA DO VERDADEIRO PATRIOTISMO
  • EXEMPLO
  • A NECESSIDADE DA CORAGEM
  • Durante este tempo, muitos consideraram a conversa de quebrar com Inglaterra para ser unpatriotic. Muitos consideravam alguém disposto a comprometer-se a ser um traidor. Patrick Henry aborda isso dizendo que, embora aprecie esse ponto de vista, outros vêem o mesmo tópico sob uma luz diferente. Para Henry, ele vê os apelos para manter laços com a pátria para ser antipatriota, porque ele acredita que se trata de saber se as colônias serão ou não livres, ou escravos para a Inglaterra.
  • Os colonos tinham medo da guerra e da mudança. Henry aborda esse medo examinando as alegações de que as colônias são muito fracas e, em seguida, descartando essas alegações. Ele diz que há três milhões de pessoas, armadas com a santa causa da liberdade, o que os torna invencíveis. Eles também estão armados, a força total do exército britânico ainda não está em suas costas. Além disso, eles vão encontrar aliados poderosos. Se não encontrarem coragem agora, sua indecisão os levará a ser governados pelo medo.
  • A IMPORTÂNCIA DO SACRIFÍCIO
  • A ESCOLHA DA LIBERDADE OU DA ESCRAVIDÃO
  • Henry expõe os métodos que já foram julgados pelos colonos. Cada vez, eles foram desprezados, insultados e desprezados pelo Rei. Henry diz que se os colonos querem ser livres, não podem abandonar a luta; Eles devem lutar. Combater envolve sacrifício, mas é para uma causa maior. Se não lutarem, se não sacrificarem suas vidas e sua paz, então estarão comprando as cadeias da escravidão.
  • Henry faz uma coisa perfeitamente clara: não há mais área cinzenta, não há mais espaço para o compromisso. O povo deve "escolher" a liberdade ou a escravidão. Por sua inação, eles estão "escolhendo" ser escravos: a Inglaterra enviará todo o seu exército para desarmar os colonos, ea liberdade escapará. Em vez disso, lutando e sacrificando suas vidas, eles podem "escolher" a liberdade, deixando de lado seus temores de perder tudo o que é importante para eles, e, talvez, ganhar algo ainda mais importante.